AS LISTAS DO PS PARA AS AUTÁRQUICAS

por Pedro Sousa em 19 de Agosto de 2009

em Arouca

Eis que os dados estão lançados e que já se conhecem os candidatos.

Convém referir que faço parte da lista de candidatos à Assembleia Municipal pelo Partido Socialista, numa lista liderada pelo Dr. Jorge Oliveira.

Conhecendo agora todas as listas, queria aqui reforçar o orgulho em pertencer a um partido que olhou para os objectivos antes de olhar para os resultados eleitorais. Que acredita que o trabalho desenvolvido até aqui permitirá – em conjunto com as propostas a apresentar ao eleitorado – que os Arouquenses reforcem a confiança no PS e nos seus candidatos. Por acreditar nisso, parte o PS para estas eleições escolhendo pessoas que considera mais valias para o desenvolvimento da actividade dos orgãos autárquicos, pouco preocupado com contabilidades eleitorais. A competência primeiro, em linha com os objectivos estratágicos definidos. É preciso agora partilhar a nossa visão com os arouquenses.

No caso da Câmara Municipal, estão definidos dois objectivos macro, que são a aposta no ambiente (que, obviamente, interage com diversas áreas) e o turismo. Curiosamente (ou não) onde o apoio do Governo PS (caso ganhe as eleições) será reforçado, tal como já referiu António Vitorino. Portanto, uma visão alinhada com o futuro Governo. Uma visão assumida pelo Engº Artur Neves e que procurará estimular ainda mais o desenvolvimento de Arouca.

Arouca precisa de olhar muito para além da mera gestão do dia-a-dia, com uma visão de autarcas modernos, com ideias novas, que acompanharam os tempos e procuram que o concelho que dirigem faça o mesmo. Não esquecer o que aflige os municipes na sua vida diária, mas conseguindo pensar de forma mais abrangente e estratégica, de que forma queremos posicionar Arouca.

Acreditando que estas serão as áreas de desenvolvimento futuro do município, foi necessário que a Câmara Municipal se rodeasse de quem melhor, entre os arouquenses, pudesse desenvolver estas áreas. Assim, ficamos a conhecer (quem não conhecia) a Dra. Isabel Vasconcelos, formação destacada em Ciências do Ambiente, tem interagido com diversos organismos do Ministério do Ambiente (portanto conhecedora do funcionamento do Estado nesta área) e assessorado a Câmara Municipal de Matosinhos do desenho da respectiva politica de gestão ambiental. Além disso, exerce actualmente funções na CCRN.

O Sr. Albino Oliveira, reconhecido pelo Engº Artur Neves e anterior vereação como um super-vereador, tantos foram os pelouros que conseguiu – à custa de muito sacrificio pessoal – gerir. Alguém muito próximo das freguesias e dos seus orgãos. Um conhecedor profundo das necessidades de Arouca e das diversas freguesias.

Contaremos também com a Dra. Margarida Belém, conhecedora profunda de Arouca e, principalmente, conhecedora das potencialidades turisticas do nosso concelho. Uma mais valia inquestionável num municipio que pretende apostar forte na manutenção de um sector que conheceu um crescimento extraordinários nos mandatos do PS e que urge agora desenvolver e reforçar. Com formação superior na área de Turismo, foi Chefe de Divisão de Promoção Interna e Externa na Região de Turismo da Rota da Luz (considerada, na altura, uma das melhores regiões de turismo do país).

Destaco apenas ambas estes 4 candidatos, não por qualquer desrespeito pelos restantes elementos, Dra Rosa Santos e o sr Mário Brandão, mas apenas pelo pragmatismo da análise de potenciais resultados.

Na Assembleia Municipal, o Dr. Jorge Oliveira operou uma renovação, não esquecendo a experiência de alguns elementos. Mistura de juventude com pessoas das mais diversas formações profissionais. Muitos que se estrearão na Assembleia Municipal, mas que se pretende sejam interventivos deputados municipais no apoio à Câmara Municipal, mas, acima de tudo, gente com espirito critico no acompanhamento, análise e fiscalização da sua actividade.

Os últimos 16 anos de gestão do Partido Socialista na Câmara Municipal representaram um desenvolvimento impar na história de Arouca. Não podemos parar agora. Arouca anda nas bocas do país e temos de continuar a capitalizar essa oportunidade.

Tal como nos últimos 16 anos, o PS quer estar presente em mais um capítulo do desenvolvimento de Arouca.

{ 3 comentários… lê abaixo ouadiciona }

1 F Santos 19 de Agosto de 2009 às 18:10

E tu, onde apareces no meio disto tudo??

Mas agora que deste a notícia é que dá para entender muita coisa!!!

Responder

2 Pedro Sousa 19 de Agosto de 2009 às 23:27

Caro F Santos,

Eu serei um elemento da Assembleia Municipal, caso o povo arouquenses dê ao PS votos suficientes.

E já agora, o que significa o 2º parágrafo?

Responder

3 F Santos 20 de Agosto de 2009 às 15:00

Nada, apenas que justificas de forma inequívoca as tuas opiniões necessariamente pró-actual executivo camarário (e tudo o que seja política PS, já agora). E prevejo que venhas a ser ainda mais incisivo(o que percebo perfeitamente), uma vez que a partir de agora és parte directamente interessada no processo eleitoral.

Responder

Anterior:

Seguinte: