SITUAÇÃO REAL DE RECRUTAMENTO

por Pedro Sousa em 14 de Setembro de 2009

em País

Decidi partilhar esta história fantástica e real, repito, real de recrutamento que sucedeu na empresa onde trabalho.

Num processo de recrutamento, uma das pessoas que aguardava para ser chamada tinha uma idade acima dos CV’s que tinhamos seleccionado e fazia-se acompanhar com uma criança que teria por volta dos 10 anos.

Dirigimo-nos à pessoa e perguntamos:

- Está para as entrevistas?
- Sim, sim…

- Diz-me o seu nome, por favor?
- Angelina Dias. Mas não sou eu.. a entrevista é para o meu filho

- Seu filho?  (ar de estupefacção)
- Sim, mas não é este. É o outro. É que ele acordou tarde, ficou a tomar banho e pediu-me para vir responder por ele e noutra altura vocês falam com ele.

LINDO!! E há outra… e se de repente uma candidata a lojista aparecesse na entrevista com um cão ao colo???

Aproveito para fazer um apanhado de um processo de recrutamento que decorre neste momento para a minha área aqui na empresa:

Dos 32 CV’s que decidimos contactar:

- 4, quando contactados para entrevista, disseram já não estar interessados (apesar de entre o dia que enviaram o CV e o dia do telefonema, terem passado 3 dias úteis)

- 6 confirmaram que vinham à entrevista e nem sequer apareceram. Pior, nem sequer um contacto a explicar o sucedido

- 1 aceitou e quando vinha para iniciar DESAPARECEU.

- 2 já estão recrutados… continuamos à procura de mais.

E é isto…  a falta de emprego!

{ 4 comentários… lê abaixo ouadiciona }

1 José Cerca 14 de Setembro de 2009 às 19:16

Não, meu caro, não é de falta de emprego que se trata, é de falta de civismo e de vergonha na cara que estas pessoas manifestam.
Trabalhar no duro é o que lhes está a fazer falta, mas enquanto houver subsídios do Estado, ou a carteira do paizinho a alimentar vícios por que é se há-de matar o corpo a trabalhar!

Responder

2 Frank 15 de Setembro de 2009 às 0:14

Não tens nada para quem está no Isvouga no ultimo ano de Markting e quer fazer um estágio?

Responder

3 Pedro Sousa 15 de Setembro de 2009 às 8:50

Caro José Cerca,

Efectivamente anda muita gente mal habituada.

Este tipo de situações incomoda-me significativamente, porque de certeza que muitos que precisam, não se poderam candidatar e depois temos outros que encaram um processo de recrutamento como se uma brincadeira se tratasse.

Responder

4 F Santos 15 de Setembro de 2009 às 9:49

Caro Pedro

Não sei se o leste, mas continuo à espera que me respondas ao mail que te enviei, que se enquadra no assunto deste post!! ;)

Responder

Anterior:

Seguinte: