A LER A IMPRENSA DE AROUCA I

por Pedro Sousa em 10 de Setembro de 2009

em Arouca

Detectei que um dos candidatos pelo PSD Arouca, tem grande apreço pelo Presidente da Câmara Artur Neves.

Ao Roda Viva, em Maio de 2008, disse Edgar Soares (sim, aquele que já foi  vereador, vice-presidente, deputado municipal e presidente da Junta eleito pelo PS), agora nas listas do PSD:

O engenheiro Neves é uma pessoa generosa e disponível sobretudo para aqueles que são mais frágeis, essas são duas características que lhe dão vários pontos a favor. Conheci-o muito novo e quando o convidei para a política foi baseado nesses pressupostos que eu considero fundamentais para quem quer estar neste meio. Ele tem o espírito de servir a causa pública e não de se servir dela como infelizmente vamos vendo por aí com frequência. Tem tido, no entanto, algumas dificuldades na gestão da Câmara por várias razões: primeiro porque não tem maioria absoluta, segundo porque não tinha experiência autárquica a nível do município, e terceiro porque se calhar não tem a equipa ideal, aquela que ele gostaria de ter a trabalhar com ele. Estes três factores naturalmente acabam por condicionar a sua acção governativa, mas com a experiência que vai adquirindo penso poderá vir a melhorar a sua perfomance autárquica.

[...]

Se ele conseguir catapultar-se e renovar a equipa penso que pode vencer e chegar inclusivé à maioria absoluta que lhe dará outras condições de governabilidade.

Confusos?? Pois eu também, mas já sabemos o fascinio que o poder exerce e que nos leva, por vezes, a abdicar de princípios.

Aliás, concorre agora por um partido a que chamou mentiroso na mesma entrevista, quanto ao facto de Alvarenga ser beneficiada em relação a outras freguesias.

Ainda mais confusos???


{ 1 comentário… lê abaixo ou adiciona }

1 Joao Rita 11 de Setembro de 2009 às 10:21

As voltas que a politica dá! Por vezes até à cabeça.. ☺

Princípios já existiam poucos, agora haja dignidade ou então caímos na desgraça e descrédito total tanto dos eleitores como da sociedade.
De quando em vez uma pausa política só faz bem :)
Pedro, um abraço

Responder

Anterior:

Seguinte: