Casamento

por Pedro Sousa em 26 de Agosto de 2008

em Estado de Espírito,País

Não existe empresa mais difícil do que o Casamento. Ele nasce, quase sempre, de um pacto social estabelecido sob precárias condições de limitada racionalidade (o amor, a paixão), visa a criação de condições financeiras e materiais que permitam uma melhoria constante e progressiva da vida dos sócios, cria um número de clientes (os filhos) que dependem, por tempo indeterminado, do sucesso da empresa, e deverá perdurar enquanto não falecer um dos dois sócios, isto é, por toda uma vida. Para além disso, trata-se da única empresa em que os sócios são obrigados a pernoitar juntos todos os dias das suas vidas, a cumprirem determinadas obrigações recíprocas com um entusiasmo semelhante ao da primeira vez, e a manterem uma rigorosa relação de exclusividade que os impede de partilharem a sua vocação empresarial com outros potenciais sócios.

este post genial continua aqui

Anterior:

Seguinte: