From the daily archives:

Domingo, Março 2, 2008

Meio milhar de contribuintes do distrito de Santarém receberam, indevidamente, benefícios fiscais destinados a pessoas com deficiência. Metade optou por repor, voluntariamente, as verbas. Um pequeno grupo – cerca de uma dezena de pessoas – incorre no crime de fraude fiscal. São suspeitas de terem apresentado falsos atestados médicos.

Na lista dos infractores, encontram-se muitos profissionais da saúde – entre os quais médicos – funcionários públicos e até pessoal do Fisco.  (link)

**********************************************

Bem, seria interessante o jornal seguir o que vai acontecer a estes infractores… é que um médico forjar uma declaração para ter benefícios como deficiente ou um funcionário do Fisco fazê-lo, merece castigo exemplar.

{ 0 comentários }