From the daily archives:

Quarta-feira, Janeiro 2, 2008

É raro, mas também cito José Pacheco Pereira

por Pedro Sousa em 2 de Janeiro de 2008

em Com a devida vénia

Estamos hoje mais pobres e pedem-nos para sermos optimistas, estamos hoje menos livres e pedem-nos para sermos optimistas, estamos hoje mais dependentes e pedem-nos para sermos optimistas, estamos hoje mais fracos e pedem-nos para sermos optimistas. Há algo de tão errado neste optimismo que só me reforça o pessimismo.”

daqui: http://abrupto.blogspot.com/2008/01/lendo-vendo-ouvindo-tomos-e-bits-de-1.html

{ 0 comentários }

[kml_flashembed movie="http://www.youtube.com/v/DqewEr10bR8" width="425" height="350" wmode="transparent" /]

{ 0 comentários }

À solta…

por Pedro Sousa em 2 de Janeiro de 2008

em País

Porta 65

Só porque ouvi dizer, que escrever isto por estes dias, traz cá uma quantidade de pessoas resultado de buscas. Mais se escrever isto do que Pamela Anderson ou Jessica Alba.

Nova Lei do Tabaco

Hoje, ao entrar na habitual pastelaria para o pequeno almoço, inspirei fundo e, incrível, o único cheiro que senti foi o dos pastéis acabadinhos de sair… abençoada nova lei do Tabaco.´

Já agora, leiam isto: Britânicos fumantes ou obesos poderão sofrer restrições no acesso ao sistema nacional de saúde (NHS, na sigla em inglês), sugere uma mensagem de ano novo divulgada nesta terça-feira pelo primeiro-ministro britânico, Gordon Brown.

Filipe Menezes

Só porque o homem é mesmo fraquinho… eu sei, não vale a pena dar mais no ceguinho… mas ele não nos deixa em paz. Neste fim de ano já soubemos várias coisas sobre ele, uma delas a de que ele é contra os boys apenas se estes foram de um partido diferente do seu. Boys laranjas, pelo contrário, é sinónimo de competência! Alguém o alerta para o facto de que isto não é um país de patos bravos?

2008

Votos de um excelente ano e que a todos este ano corra melhor que 2007. Mas lembrem-se sempre que o melhor é relativo…

**************************************************

Por falar em relativo, deixem-me contar aqui uma história (que não vem a propósito deste post)… alguém descobriu, após um desfalecimento do seu filho, que este tinha epilepsia. E, obviamente, ficou destroçado. Entretanto, num dos exames descubriram uma “massa” no cérebro… hoje dói ouvi-la dizer “Deus queira que seja só epilepsia.”

{ 0 comentários }