From the daily archives:

Domingo, Maio 18, 2008

Aquilo no PSD anda lindo…

por Pedro Sousa em 18 de Maio de 2008

em Repita lá?!?!?!?

“Qual é a credibilidade dela? Os 7% de défice ou o falhanço na Educação?”. A tal procissão, o tal andor, a tal vaga de fundo não está a acontecer”

Luis Filipe Menezes ao JN a falar sobre Manuela Ferreira Leite

{ 0 comentários }

Os profs. precisam de voltar à escola…

por Pedro Sousa em 18 de Maio de 2008

em País

aprender o que é a liberdade de expressão. Numas escolas denunciam os alunos por causa de uns posts na net. Noutros locais achincalham de forma vergonhosa as opiniões de outros. Não discutem opiniões, preferem insultar os autores. São estes os futuros professores dos meus filhos??

«Recentemente, no meio das polémicas entre os professores e a ministra da Educação, coloquei-me basicamente ao lado dela para defender duas medidas: a avaliação e as aulas de substituição. Parece que foi mais do que os professores estão dispostos a suportar. Eles, que tanto exigiram a demissão da ministra por discordarem da sua política, aparentemente não consentem que os outros discordem das suas opiniões; eles, que desfilaram nas ruas com cartazes e palavras de ordem insultuosos para com a ministra, consideram um insulto colectivo que alguém se atreva a pôr em causa as suas razões. Uma senhora professora do Minho colocou um «post» sobre mim num «site» de Educação, que começava assim: “Conforme é do domínio público, o Miguel Sousa Tavares declarou que os professores são os inúteis mais bem pagos deste país”. Daí e sem nunca discutir um só dos meus argumentos, seguia com considerações acerca da minha lastimável pessoa, terminando com a sugestão de que, se a minha mãe fosse viva, teria vergonha do filho. O texto da senhora pegou como fogo na pradaria: não houve, por exemplo, um único familiar ou amigo meu que o não tivesse recebido por mail ou fotocópia; de norte a sul do país fui abordado por pessoas indignadas com as minhas palavras e até do estrangeiro me chegou a interpelação de um jornalista. Depois, comecei a receber autos-de-fé de professores: um grupo deles, da Região Centro, enviou-me um abaixo-assinado a informar que, como forma de protesto, nunca mais dariam a ler aos seus alunos os meus livros infantis, recomendados pelo programa ‘Ler’; um outro grupo do Norte fez-me chegar um livro meu devolvido com dezenas de assinaturas e a declaração solene de que nunca mais leriam um livro da minha autoria.

Acontece, porém, um pequeno pormenor: eu nunca disse, nunca escrevi e nunca me ocorreu pensar tão estúpida frase. É absolutamente falsa, de fio a pavio. Quem a inventou sabia bem que a melhor forma de atingir um adversário não é discutindo as razões dele, mas atacando-lhe o carácter. E quem a adoptou logo como verdadeira e do ‘domínio público’, sem nunca, pessoalmente, a ter escutado ou lido, mostrou como é fácil conduzir um rebanho de ovelhas nesses fóruns tão democráticos da Internet. E pensar que é assim que hoje se forma largamente a opinião pública!»

Parte do artigo do Miguel Sousa Tavares no Expresso

{ 1 comentário }

Se houvesse verdadeira justiça…

por Pedro Sousa em 18 de Maio de 2008

em País

Com Tapie o Marselha venceu 4 campeonatos seguidos, conquistou o que nunca nenhuma equipa francesa tinha conquistado: a liga dos campeões. Teve jogadores como Cantona, Waddle, Völler, Papin ou Desailly numa longa lista de estrelas treinadas por mestres como Beckenbauer. Entre toda esta potência foram apanhados num escândalo de tentativa de manipulação de resultados contra a pequena equipa do Valenciennes e mais tarde em outras irregularidades financeiras. Perderam títulos ganhos, desceram de divisão. Tapie foi para a prisão. É a vida. Quando há justiça cada um tem o que merece.

daqui: http://cachimbodemagritte.blogspot.com

{ 0 comentários }