Do arquivo mensal:

Outubro 2009

Arouca: Adolescente foge de casa

por Pedro Sousa em 13 de Outubro de 2009

em Arouca

Celestina Campos e o marido estão desesperados. Desde sexta-feira, dia em que o seu filho Daniel, de 15 anos, desapareceu que o casal e os cinco irmãos do jovem não sabem o que é dormir. As poucas pistas deixadas estão a ser seguidas pelas autoridades policiais mas, até ao momento, ainda sem resultados. Entre elas está um vale dos Correios, emitido por um indivíduo de Setúbal, no valor de 30 euros, e que terá sido levantado pelo jovem na manhã do seu desaparecimento, explicou ao Diário de Aveiro Celestina Campos.
A mãe não encontra explicações para a “fuga” do adolescente que saiu de casa, manhã cedo, dizendo que ia para a escola, mas nunca lá apareceu. Foi nos CTT de Escariz, Arouca, onde a família reside, que o jovem Daniel foi visto pela última vez. No dia anterior, ou ainda naquela manhã, terá recebido o vale dos Correios, enviado por um “amigo” que conheceu na Internet, e foi levantá-lo. “Nunca mais ninguém o viu”, conta a mãe.

in http://www.diarioaveiro.pt

{ 0 comentários }

ELEIÇÕES AROUCA

por Pedro Sousa em 12 de Outubro de 2009

em Arouca

Conto fazer um comentário sobre as eleições em Arouca… mas para já apenas dizer

QUE NOITE!!!

QUE GRANDE NOITE!!!

QUE VOTAÇÃO EXTRAORDINÁRIA!!!

{ 11 comentários }

O Eurostat reviu e publicou com mais detalhe as contas do PIB para o segundo trimestre.

Portugal teve um aumento do PIB no 2º trimestre (em relação ao anterior) enquanto o da UE27 desceu.

O consumo das famílias subiu, enquanto a média europeia desceu.

O consumo público (despesas do governo) desceu, enquanto a média subiu.

O investimento manteve-se praticamente estável em Portugal (-0,2%) enquanto caiu na UE27 -2,3%.

As exportações portuguesas subiram, enquanto a média europeia descia.

As importações portuguesas desceram ligeiramente mais que a média europeia.

{ 3 comentários }

O efeito Paulo Portas

por Pedro Sousa em 8 de Outubro de 2009

em Arouca

Têm-se debatido com alguma frequência – como é natural – o efeito que terá a candidatura de Paulo Portas à Assembleia Municipal.

Tendo em consideração o decorrido até ao momento, dá para perceber que esta candidatura é totalmente secundária para Paulo Portas. Já em Oliveira de Azeméis onde esteve no fim da década de 90, Paulo Portas era um deputado municipal assíduo, mas nada participativo, a acreditar no relato dos locais.

Tenho também muitas dúvidas que Paulo Portas assuma os problemas de Arouca como “seus”, pois os seus objectivos passam, obviamente, por questões nacionais, enquanto deputado. No entanto, tendo sido eleito por Aveiro terá oportunidade de lutar por Arouca, se assim o entender.

A finalizar, é importante esclarecer que Paulo Portas, tal como todos os candidatos, não se candidata – como se ouve por vezes dizer – a Presidente da Assembleia Municipal. Qualquer elemento candidata-se a membro da Assembleia Municipal. Cabe a esta, na primeira reunião, eleger o Presidente e os Secretários, onde votarão os seus 41 elementos.

Isto significa que existe uma probabilidade muito pequena de que Paulo Portas venha a ser o Presidente da Assembleia Municipal.

{ 6 comentários }

A QUE SE DEVERÁ?

por Pedro Sousa em 8 de Outubro de 2009

em Arouca

Ouvi dizer que circula em Arouca um género de concurso que dá prémios a quem encontrar um cartaz do PSD que inclua o candidato deste partido à Assembleia Municipal.

Verdade?

{ 9 comentários }

MESMO NA MARMELEIRA HÁ MEMÓRIA

por Pedro Sousa em 7 de Outubro de 2009

em País

Não há volta a dar a esta realidade. Sócrates recebeu uma vitória de mão beijada, que não era difícil de antever a não ser pela cegueira de muitos dos apoiantes de Santana Lopes que, no seu culto da personalidade, nunca admitiram os erros evidentes e a crise para que conduziram o PSD.
Pacheco Pereira, Abrupto, 20-02-05
 
Santana Lopes, mais do que ninguém, usa o nome de Sá Carneiro para se apresentar como seu herdeiro. A atitude que tomou ontem de não se demitir e insistir em aumentar o fogo e as cinzas em que deixou o partido, é o exacto oposto daquela que Sá Carneiro tomaria. É nestas alturas que se vê a dimensão dos homens.
Pacheco Pereira, Abrupto, 21-02-05
 
Se se pretende renovar o PSD, depois de 20 de Fevereiro, dever-se-ia lutar não apenas por um congresso extraordinário mas por um processo que implicasse uma demissão colectiva de todas as estruturas distritais e eleições simultâneas para essas estruturas pelo método das directas em conjunção com a escolha de delegados para o Congresso. Não é impossível de fazer com os actuais estatutos, e daria um abanão a todo o partido, fazendo participar o maior número de militantes numa escolha que irá ser decisiva para a sobrevivência do PSD como grande partido nacional.
Pacheco Pereira, Abrupto, 21-02-05

{ 1 comentário }

FOTOS DA CAMPANHA DO FIM DE SEMANA

por Pedro Sousa em 6 de Outubro de 2009

em Arouca

Fotos diversas do fim de semana em campanha:

{ 1 comentário }

FMI coloca Portugal a convergir com a Zona Euro em 2009 e 2010

por Pedro Sousa em 5 de Outubro de 2009

em País

O último World Economic Outlook do FMI prevê que o PIB português decresça menos em 2009 e cresça mais em 2010 que a Zona Euro.

No que toca ao desemprego, e embora haja más notícias, Portugal terá em 2009 e 2010 uma taxa de desemprego melhor do que a média da Zona Euro. Se em 2009 a diferença será de -0,4pp, em 2010 ela apliar-se-á para -0,7pp. A taxa de desemprego espanhola será em ambos os anos quase o dobro da portuguesa.

{ 1 comentário }

O QUE ESTÁ EM CAUSA

por Pedro Sousa em 5 de Outubro de 2009

em Arouca

Estas eleições autárquicas são para Arouca – como para muitas localidades – importantissimas.

Com o grande desenvolvimento que Arouca conheceu nas mais diversas áreas precisa agora de alguém que desenhe e implemente um projecto que a eleve a outros patamares.

Os principais objectivos de uma Câmara como a de Arouca já não são as estradas entre lugares, as rotundas ou pequenos jardins.  Essas quesões continuam a merecer toda a atenção, mas já está na altura de ver mais longe, de ver de forma mais abrangentes e de definir o que é que Arouca quer ser.

É por isso que a Câmara precisa de ser reforçar com pessoas novas, “de fora” da política, que pensem Arouca de forma diferente da “velha guarda” que teve o seu tempo, mas que agora não traz mais valias dignas de registo.

Permitindo-me uma comparação pouco ortodoxa, eu diria que Arouca enfrenta o mesmo dilema que as empresas familiares que crescem muito.

Muitas empresas familiares que têm um grande crescimento, chegam a uma altura em que têm de decidir se continuam pequenas, sem apostar num pensamento estratégico e mantendo-se entre a família, no máximo, indo buscar o avô que já estava em casa para tentar tapar buracos.

Outras empresas familiares decidem que querem ir mais longe e prcuram contratar especialistas… perdem a noção da pequenez da empresa familiar e abrem-se a novas ideias e novos conceitos, nunca esquecendo as suas origens. Passam a ter uma visão macro, definindo claramente para onde querem ir.

É neste segundo patamar que queremos Arouca. É a pensar neste segundo patamar que o PS formou a lista que se apresenta à Câmara.

Não ao regresso ao passado da “terrinha”, sim ao futuro de um grande concelho.

{ 0 comentários }

Desemprego sobe na Europa, desce em Portugal

por Pedro Sousa em 3 de Outubro de 2009

em País

No último relatório do Eurostat ficamos a saber que em Agosto o desemprego subiu na UE27 e na Zona Euro,  mas desceu em Portugal. Em termos homólogos Portugal tem um aumento de 1,2% o que contrasta com 2% e 2,1% da UE27 e Zona Euro.

O mesmo relatório dá-nos conta que o desemprego entre os jovens também desceu e que assim continua abaixo da média europeia (que também subiu).

{ 6 comentários }