O LIVRO RETIRADO EM BRAGA

por Pedro Sousa em 25 de Fevereiro de 2009

em Estado de Espírito,País

(post com linguagem explicita)

Vou contra a corrente: não me parece nada condenável o que efectuou a PSP em Braga, retirando um livro de exposição, cuja capa era uma mulher nua.

O argumento que era a reprodução de uma obra de arte, não é para mim argumento suficiente. Acredito que o decoro ainda merece espaço na sociedade. Já com o livro de Miguel Esteves Cardoso, cujo título em primeira página e letras grantes era “O amor é fodido” ou o livro de Garcia Marques que tinha também bem visivel o termo “puta”, fiquei algo indignado.

{ 6 comentários… lê abaixo ouadiciona }

1 António Alves 27 de Fevereiro de 2009 às 5:27

Amigo Sousa,
Pamordedeus. Em que mundo vives tu? Proponho um exercício. Tenta contar as vezes que te aparece uma mulher nua num quiosque, numa publicidade, etc , durante uma semana.
Bom, talvez esteja aí uma solução para o desemprego, pela via do aumento do contingente policial.

Responder

2 Pedro Sousa 27 de Fevereiro de 2009 às 10:35

Caro António Alves,

O facto de aparecer em quiosques não é argumento para eu não criticar o caso. Apenas acho que então os kiosques também devem ser controlados. Agora acho que não é a mesma coisa.

Responder

3 F Santos 27 de Fevereiro de 2009 às 13:58

Andamos muito púdicos, P Sousa!

Mas então que raio de liberdade é esta??

Responder

4 Pedro Sousa 27 de Fevereiro de 2009 às 19:08

Caro F Santos,

Não tem nada a ver com ser ou não púdico. Parece-me apenas que não é imagem que deva estar à vista de crianças com 8-12 anos. Apenas isso.
Não sou um grande defensor do facto de a terem retirado do escaparate, mas o facto de o terem feito, não me choca muito.

Responder

5 f 27 de Fevereiro de 2009 às 19:49

Em vez desta palhaçada não era mais fácil terem colocado fora do alcance das tais crianças? Um pouco mais alto ou na vertical. Caramba, há tantas formas. Como fazem no video clube com filmes para adultos? Ridículo. As vezes parece que o cérebro pára a certas pessoas.

Responder

6 Jorge Monteiro 3 de Março de 2009 às 20:05

Acho interessante o facto da Policia se preocupar mais com meia duzia de livros do que em combater a verdadeira criminalidade…

E assim se arruina a imagem de uma instituição.

Responder

Anterior:

Seguinte: