From the daily archives:

Quarta-feira, Fevereiro 11, 2009

ESTÓRIA

por Pedro Sousa em 11 de Fevereiro de 2009

em Com a devida vénia

Ouvida agora na SIC-N, no programa Negócios da Semana:

Um Rico foi ter com um socialista à prisão e disse:

- Aderi às suas ideias… vou pegar na minha riqueza e distribuir por todos os pobres;

Resposta do socialista:

- Não faça isso. Só vai conseguir criar mais um pobre e não vai enriquecer nenhum.

{ 5 comentários }

O PARLAMENTO A BATER NO FUNDO

por Pedro Sousa em 11 de Fevereiro de 2009

em País,Repita lá?!?!?!?

O debate no Parlamento hoje aqueceu… Não deixa de ser degradante perceber, no meio da discussão, que um deputado chama a alguém, em bom som, PALHAÇO!

Triste… muito triste…

video aqui: http://www.parlamentoglobal.pt/parlamentoglobal/multimedia/video/2009/2/11/110209+debate+freeport.htm

{ 0 comentários }

É PÁ, ISSO NUNCA ME TINHA PASSADO PELA CABEÇA

por Pedro Sousa em 11 de Fevereiro de 2009

em País

SUSPEITA DE ATESTADOS FALSOS ENTRE MÉDICOS

Mas isto é notícia porquê? Isto é novidade para alguém!!

{ 0 comentários }

EMPRESÁRIOS FARTOS DE TUDO?

por Pedro Sousa em 11 de Fevereiro de 2009

em País

Alexandre Soares Santos, que foi esta manhã um dos oradores do Congresso da Associação Portuguesa das Empresas Familiares, fez uma intervenção muito dura, distribuindo críticas às confederações empresariais, aos partidos políticos, aos sindicatos e ao primeiro-ministro.

“Chegou a altura de dizer basta, de nos organizarmos porque a iniciativa privada em Portugal não tem ninguém que a represente minimamente. Existem umas tantas confederações que não são mais que emprego certo para umas tantas pessoas. Não falam por nós, estão ligadas ao poder e só nos prejudicam. Temos que ser uma voz activa independente”, sublinhou o responsável.

No actual contexto, a crise financeira, acrescenta Alexandre Soares dos Santos, será a mais fácil de resolver e o tempo disso se encarregará. Mas para o fundador da Jerónimo Martins, Portugal enfrenta outras crises muito mais graves e que são “importantíssimas”.

“Enfrentamos uma crise social enorme que está a ser ainda pior devido à acção dos políticos. Ainda no outro dia ouvi um político na televisão a falar do capital como uns malandros que tudo estragam e nada estão a fazer. Esquecem-se que 25 de Abril houve um, não dois. A iniciativa privada não tem que aturar isto e, se assim for, passem muito bem que nós temos para onde ir.”

A crise, diz também, é ainda agravada pela “demagogia intolerável do primeiro-ministro”, quando vem falar em como os ricos deveriam ajudar os pobres. José Sócrates anunciou no fim de semana que pretende aliviar a carga fiscal da classe média.

Também os sindicatos foram alvo da crítica de Alexandre Soares dos Santos. “É pena que tenhamos sindicatos que incentivam à greve numa altura em que as empresas estão mal. É uma atitude retrógrada e cretina e que mais que prejudicar o país prejudica os associados sindicais”, lamentou.

Por fim nem o Parlamento escapou à onda de críticas do empresário. “Temos um parlamento que nada discute, nada controla”

in Jornal de Negócios, 11/02/2009

{ 0 comentários }

PARA ESTE CASOS, TOLERÂNCIA 0

por Pedro Sousa em 11 de Fevereiro de 2009

em País

4m9fcaph8xjmcagqpsl8cayt4ypzcafnng59cakz870wcasx8z4rcaxzrsqhcayesegnca4enlnvcakmvu0mca3hq0mycaqf4c9rcafqw0wwcaesb4lvca5mxzvdca6wf1l7caj0m9bbca1pn11pProfessor agredido por tio de aluno

Um professor de inglês da Escola Básica 2,3 Dr. Francisco Sanches, em Braga, foi agredido por um tio de um aluno, tendo sofrido vários ferimentos e recebido assistência médica. A agressão vai ser comunicada pela PSP ao Ministério Público.

**************

Estes casos merecem tolerância zero. Este senhor tem de ir a tribunal e tem de pagar CARO esta agressão. Sem penas suspensas, sem atenuantes… precisamos de exemplos de sentenças e que estas sejam publicitadas!

Já agora, vejamos a diferença de dois títulos e o impacto que podem ter:

No Correio da Manhã: Professor agredido por tio de aluno

No Correio do Minho: Tio de aluno espanca professor

{ 0 comentários }