Pode bater-se na mulher… de vez em quando!

por Pedro Sousa em 13 de Outubro de 2007

em Repita lá?!?!?!?

mulher1.jpg 

Na sua opinião, uma mulher que é agredida pelo marido deve manter o casamento ou divorciar-se?
Depende do grau da agressão.
O que é isso do grau da agressão?
Há o indivíduo que bate na mulher todas as semanas e há o indivíduo que dá um soco na mulher de três em três anos.
Então reformulo a questão: agressões pontuais justificam um divórcio?
Eu, pelo menos, se estivesse na parte da mulher que tivesse um marido que a amava verdadeiramente no resto do tempo, achava que não.

Reitor do Santuário de Fátima, Luciano Guerra, entrevista ao DN

{ 3 comentários… lê abaixo ouadiciona }

1 gato 14 de Outubro de 2007 às 5:08

Pois é, com responsáveis assim conservadores a igreja não vai lá.

A Igreja está a demorar a perceber que já estamos no século 21 e que as cruzadas já acabaram à muito.
Não admira que cada vez haja menos vocações, menos baptismos, menos povo nas missas, etc.

Responder

2 Frank 14 de Outubro de 2007 às 11:19

se eu mandar esse senhor reitor para o car**** não e pecado? afinal em 37 anos nunca falei com ele sequer portanto estava automaticamente desculpado

Responder

3 Guilherme Carvalho 18 de Outubro de 2007 às 13:34

Oh my fu***** God!!! :s
Este mundo está cada vez pior! Será que ele se pôs no lugar da mulher?!?!?!

Responder

Anterior:

Seguinte: