From the daily archives:

Segunda-feira, Janeiro 11, 2010

Faces de Arouca expostas em aguarelas, no museu municipal

por Pedro Sousa em 11 de Janeiro de 2010

em Arouca

Em resposta ao desafio de transpor Arouca para aguarelas, António Neves apresenta vinte expressivas obras, em que Arouca se dá a conhecer inteira. Os sítios do dia-a-dia são retratados de forma sublime, através da arte saída da paleta de cores do pintor. «Arouca em aguarelas» é o título da exposição de António Neves, que está patente ao público no Museu Municipal, de 16 de Janeiro a 28 de Fevereiro.
 
António Neves nasceu em Ílhavo, em 1963. Aos 16 anos de idade ingressou na Fábrica da Vista Alegre, onde permaneceu durante oito anos. Em 1987 inicia a sua carreira nas artes plásticas, elegendo a pintura a aguarela como a sua técnica preferida, sendo, actualmente, um dos mais consagrados artistas no panorama contemporâneo português. Expôs em Portugal, Espanha, França, Alemanha e mais recentemente no Rio de Janeiro – cidade de Rio Frio. No âmbito da escultura, concebe o Monumento Comemorativo dos 110 anos da Restauração do Município de Ílhavo, denominado ‘Faina Maior’, inaugurado em Janeiro de 2009.
 
No início de 2008, António Neves reconhece Arouca como fonte de inspiração, aproveitando as enormes potencialidades para expressar a sua arte. O resultado traduz-se nas vinte aguarelas agora expostas, plenas de expressividade.

{ 2 comentários }

PORTUGAL É UM EXCELENTE PAÍS PARA VIVER

por Pedro Sousa em 11 de Janeiro de 2010

em País

Um site que se dedica a sugerir os melhores locais para viver, coloca Portugal em 21.º lugar, numa lista de 194 países.
O ranking socorre-se dos habitais indicadores para estas matéria, mas também de outros menos convencionais. Essa é, de resto, a sua mais-valia:

We know from experience that there are a host of places around the world that are cheaper…healthier…safer…freer… than you ever thought possible.

Our job is to help you discover those places, and then to help you take advantage of the opportunities they offer—opportunities to improve your quality of life…to lower your cost of living…to invest for profitable return—before the rest of the world catches on.

De salientar que, na classificação de Portugal, avultam os excelentes resultados para a segurança e liberdade (nota máxima!), enquanto que a pior nota vai para a falta de infra-estruturas. Interessante, não é?

{ 1 comentário }