Sim.. Sim… Não… Não…

por Pedro Sousa em 3 de Novembro de 2008

em País

Mas o que ressalta da entrevista é a inconsistência de Ferreira Leite em relação a temas que aparentemente tinha obrigação de conhecer.

Na mesma entrevista, Ferreira Leite começa por dizer uma coisa e acaba a dizer outra. Por exemplo, relativamente ao Orçamento do Estado para 2009, a líder do PSD começa por defender o aumento do défice para acolher as propostas do PSD: “Aumentava o défice. Está em 2,2%, podia perfeitamente passar para 2,6%.” Num outro passo da entrevista, já não quer o aumento do défice, porque corta nas obras públicas, como, por exemplo, no TGV ou no aeroporto de Alcochete (a construir por fases): “como não contemplaria aqueles projectos de investimento público, essas minhas propostas significam alguns quilómetros de auto-estrada. E, portanto, já pode ver que cortaria [nas obras] e poderia manter o défice nos 2,2%.

mais aqui: http://corporacoes.blogspot.com/2008/11/conversa-de-caf-aos-repeles.html

Anterior:

Seguinte: