Peritos europeus elogiam “Novas Oportunidades”

por Pedro Sousa em 7 de Setembro de 2012

em País

O programa Novas Oportunidades, atualmente em risco de ser extinto, é apontado como exemplo de uma boa prática de promoção da literacia num relatório elaborado por especialistas europeus para a Comissão Europeia sobre o tema.

 
Roberto Carneiro, ex-ministro da Educação, é um dos peritos europeus responsáveis pela elaboração do relatório, que será apresentado, publicamente, a 4 e 5 de outubro, no Chipre, numa reunião informal com os ministros da Educação da União Europeia (UE). O documento contém propostas de combate à iliteracia na UE.

Em 2011 foram identificados cerca de 75 milhões de adultos na UE com baixos níveis de instrução, muitos dos quais com problema de literacia – competências de leitura e escrita.

Se os 75 milhões de adultos europeus, com baixo nível de literacia, melhorarem as suas competências de leitura e escrita, isso terá um “efeito multiplicador” na produtividade e influenciará os mais jovens, disse à Lusa o investigador Roberto Carneiro.

Se os Estados-membros investirem na formação desses adultos ativos, isso terá “efeitos muito relevantes na produtividade total dos fatores e na competitividade europeia como um todo”, defendeu Roberto Carneiro.

O perito europeu considerou ainda que “as atitudes e práticas dos pais em matéria de literacia têm uma forte influência no desenvolvimento dos seus filhos, mesmo no ensino secundário”.

{ 1 comentário… lê abaixo ou adiciona }

1 inquieto 9 de Setembro de 2012 às 9:53

olá!

homem!!

…” Se os 75 milhões de adultos europeus, com baixo nível de literacia, melhorarem as suas competências de leitura e escrita, isso terá um “efeito multiplicador” na produtividade e influenciará os mais jovens, disse à Lusa o investigador Roberto Carneiro.”

se conheces bem como funcionavam as NO, então já sabes que não respondiam a esta pretensão.

fico descansado.

um abraço
inquieto

Responder

Anterior:

Seguinte: