RECORDANDO… Hipócrisia de Passos Coelho

por Pedro Sousa em 19 de Março de 2012

em País

Hoje Passos diz que nada pode fazer no que diz respeito ao preço dos combustíveis… Em Maio de 2008 lia-se:

Passos Coelho pede descida urgente do imposto sobre os combustíveis

Passos Coelho apelou, este domingo, ao Governo para que desça urgentemente o imposto sobre os combustíveis, a fim de evitar um «colapso económico». O candidato a líder do PSD considerou fraco o argumento utilizado por Sócrates para não o diminuir.
Pedro Passos Coelho apelou, este domingo, ao Governo para que desça urgentemente o Imposto sobre os Produtos Petrolíferos (ISP), considerando que essa medida é decisiva para evitar um «colapso económico».

Evitando quantificar o valor da descida dos ISP por não ter os dados exactos que o Executivo dispõe, o candidato à liderança do PSD disse que «o Governo já está a arrecadar menos receita fiscal do que aquela que era devida, em razão do consumo» de combustíveis «ter baixado drasticamente por causa do preço».

O social-democrata alertou que se o Governo mantiver a «taxa marginal de imposto demasiado elevada vai provocar uma diminuição da actividade económica, que seria contrariada se a taxa do imposto não fosse tão elevada».

Passos Coelho considerou ainda «limitado» o argumento utilizado por José Sócrates para não reduzir os impostos, nomeadamente que os portugueses que não têm carro não devem financiar a gasolina dos que têm carro.

Para além dos automobilistas, existem muitas actividades económicas que dependem dos combustíveis», existindo neste momento «um custo económico muito diversificado que está a ser penalizado pela circunstância» dos aumentos dos preços dos combustíveis, adiantou.

Pedro Passos Coelho alertou ainda que a economia portuguesa está a se muito penalizada pelos sucessivos aumentos dos combustíveis

{ 3 comentários… lê abaixo ouadiciona }

1 F Santos 21 de Março de 2012 às 8:56

“No debate realizado na Assembleia da República em 30/04/2008 Sócrates, após os preços dos combustíveis terem variado 18 vezes nos 4 primeiros meses de 2008, e face à pressão da opinião pública e da ANAREC (revendedores), afirmou que o governo mandara a Autoridade da Concorrência investigar a formação dos preços dos combustíveis. Manuel Pinho, em declarações feitas aos órgãos de comunicação declarou que “a Autoridade da Concorrência (AdC) deve esclarecer , com maior urgência , se eventualmente há factores que não decorrem do aumento dos custos de produção que possam estar na origem dessas subidas de preços”, como não tivesse nenhuma responsabilidade nesta matéria.

Mas será que o governo, e nomeadamente Sócrates e Manuel Pinho, têm razões para manifestar surpresa e alegar ignorância sobre o escândalo dos preços dos combustíveis em Portugal como pretenderam fazer crer? Já por diversas vezes nos nossos estudos denunciámos o escândalo que são os preços dos combustíveis cobrados pelas petrolíferas em Portugal serem superiores aos preços que vigoram na maioria dos países da União Europeia. E para isso utilizámos os próprios dados oficiais da Direcção Geral de Energia do Ministério da Economia, que Manuel Pinho e o próprio Sócrates deviam conhecer. No entanto, tanto o governo como a AdC nada fizeram até aqui. ” in http://resistir.info/e_rosa/precos_combustiveis_2008.html

Caro,
mudam-se os tempos, ficam as vontades. O facto político no teu post é??
Enquanto UNS E OUTROS não mexerem no ISP, tudo ficará na mesma; a diferença é que hoje baixar impostos é 10x mais complicado, ainda por cima tratando-se do ISP, que todos sabemos o que rende ao estado.

E continuas tu a chamar hipócritas a uns e a esquecer-te, propositadamente ou não, de outros. Formas de fazer política…

Responder

2 Pedro Sousa 1 de Abril de 2012 às 1:03

Continuo a achar piada àqueles que dizendo que eram totalmente diferente de Sócrates, usam como argumento para os seus atos o facto de (eventualmente) Sócrates tambem o ter feito… Que belo embuste foi apresentado aos portugueses.

Responder

3 INQUIETO 21 de Março de 2012 às 14:53

vivam lá!!

caros, gosto do debate!

mas atenção:

eu só sou melhor que tu se o provar!

o mesmo se passa com o governo. prova que está correcto e nós apoiaremos.
o sócrtates não provava nada!

quanto às autoridades … da treta…
para esse peditório já dei…

volto ao mesmo, … enquanto os potugas não acordarem continuaremos a eleger incompetentes, via partidos políticos.

um abraço
inquieto

Responder

Anterior:

Seguinte: