A FALTA DE CORAGEM

por Pedro Sousa em 16 de Março de 2012

em País

Eu ainda sou do tempo em que a atual rapaziada que nos desgoverna, dizia que um dos nossos principais problemas nas contas públicas eram as PPP. Que era urgente renegociar os contratos.

Ora, 9 meses passados já tivemos:
- aumentos brutais dos transportes
- aumentos brutais na saúde
- reducao de verbas para a escola pública
- aumento das verbas para o ensino privado
- reducao de salarios (pior só a Irlanda)
- aumento de desemprego (pior só a Grécia)
- reducao do subsidio de desemprego
- reducao de pensões
- …

Sobre as urgentes renegociações das PPP’s nem uma palavra… Atacar os fracos é claramente a política deste Governo.

{ 5 comentários… lê abaixo ouadiciona }

1 INQUIETO 16 de Março de 2012 às 9:27

Pedro,

até comungo da mesma óstea!!

mas posso esperar, desde que não façam o mesmo que os socialistas fizeram nesta matéria.

um abraço
inquieto

Responder

2 F Santos 21 de Março de 2012 às 9:31

Por muito que o teu partido e tu próprio tentem assobiar para o lado e tentar passar a ideia que não têm nada a ver com o assunto, isto está a acontecer porque durante anos a fio a forma que o PS teve para (des)governar o país foi atirar dinheiro para cima dos problemas, até que um dia, quando o dinheiro acabou, Sócrates chamou a toika e pirou-se daqui para fora. Está bem resumido?

Responder

3 Pedro Sousa 1 de Abril de 2012 às 1:01

Caro F Santos,

Sócrates nao se pôs daqui para fora. Foi corajosamente a eleições e perdeu…

E essa ideia de que fomos um país desgovernado é um disparate. Basta recuar a 2008 para vermos um país com uma divida publica abaixo da média europeia e até da divida alemã… Éramos um país normal…
Nao estávamos preparados para uma crise como a que veio a suceder, tal como, por exemplo, um desportista nao está preparado para um cancro.
Houve alguns erros? Claro que sim… Seria impossível nao terem existido. Mas o trabalho do PS pelo desenvolvimento do país é meritório.

Responder

4 F Santos 22 de Março de 2012 às 17:56

Ora, que me lembre,

-aumentos brutais dos transportes
- reducao de salarios (pior só a Irlanda)
- aumento de desemprego (pior só a Grécia)
- reducao do subsidio de desemprego
- reducao de pensões

foram episódios que aconteceram também durante os PEC’S e não me lembro de te ver tão incomodado!
Coerência…

Responder

5 Pedro Sousa 1 de Abril de 2012 às 0:51

Aumentos brutais nos transportes, no PEC???
Claramente se esses eram brutais, os deste Governo seriam sanguinários…
O aumento do desemprego juncamos tão acentuado, exigindo até uma revisão no orçamento retificativo de ontem…

Mas acho giro que um Governo que foi eleito com opiniao argumento de ser diferente do anterior (argumento plasmado até no Programa Eleitoral do PSD) tenha como principal argumento que os outros também eram assim..

Responder

Anterior:

Seguinte: