A SERIEDADE NÃO SE GRITA, MOSTRA-SE

por Pedro Sousa em 31 de Outubro de 2011

em País

«Em entrevista exclusiva ao Correio da Manhã, a ministra da Agricultura e Ambiente, Assunção Cristas, admite ter dado informação errada ao parlamento sobre a barragem do Tua. Mas, mesmo assim, já ordenou o abate de 1104 sobreiros e 4134 azinheiras.

A zona onde se vai construir a barragem está inserida numa região classificada como património da Humanidade pela UNESCO, que agora pode ser posta em causa com esta decisão. Na primeira grande entrevista que dá como ministra, Assunção Cristas diz também que não sabia que o escritório de advogados Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva e Associados, onde trabalhou antes de ir para o Governo, tem como cliente a concessionária da barragem do Tua, a EDP. »

{ 3 comentários… lê abaixo ouadiciona }

1 inquieto 1 de Novembro de 2011 às 16:26

faz-me lembrar as gravuras do Guterres!!

olha para a tua factura da edp e vê aquilo que poderias não pagar se tivesses tido dois ou três politicos mais sérios!!

um abraço
inquieto

Responder

2 joaquimtoscano 12 de Novembro de 2011 às 19:21

A sra Ministra…no que toca a Agricultura e pelas medidas que toma parece-me boa e no Ambiente é competente. Posto isto e em relação á questão em apreço, a senhora ministra, e creio que é pacífico admitir, …Não sabia…mesmo!

Responder

3 F Santos 17 de Novembro de 2011 às 18:09

Pelo título pensei que estavas a falar do Sócrates a falar no púlpito à frente do convento…

Responder

Anterior:

Seguinte: