AS LEGISLATIVAS EM AROUCA

por Pedro Sousa em 28 de Setembro de 2009

em Arouca

O PSD sempre foi o partido mais votado em Arouca, e continuou a ser. Ainda assim, o PSD Arouca é um grande derrotado desta campanha eleitoral, que várias vezes trouxe o cabeça de lista por Aveiro a Arouca e que, inclusivé, contava com um deputado Arouquense nas listas. As apostas eram fortes.

O PSD nacional creceu pouco, mas cresceu. O PSD Arouca teve uma queda de quase 10 (dez) pontos percentuais, quase menos 1.300 votos. O que levará uma estrutura local a ir em contra-ciclo com a (pouca) dinâmica nacional?

O PS Arouca julgo que se poderá sentir satisfeito. Obviamente, que o que se pretende é cada vez mais votantes. Mas considerando que o PS a nível nacional caiu quase 9 pp, o PS Arouca caiu apenas 1,22 pontos percentuais. Significa que o trabalho do PS no concelho foi intensivo e conseguiu segurar grande parte da sua base eleitoral. Apenas foram menos 171 votos.

Além disso, o PS em 2005 ganhou apenas em 2 freguesias e nestas eleições ganhou em 5 (Burgo, Cabreiros e Chave, juntaram-se a Moldes e Albergaria)

Espero que o PS se proponha agora capitalizar toda essa base para afirmar o partido de forma ainda mais forte no concelho.

Aproveito para dar os parabéns à recém formada JS Arouca, que tem dado importante contributo à campanha, atrainda jovens para a política e, em especial, obviamente, para o Partido Socialista. Quando a juventude se empenha na politica, é o país que sai a ganhar.

Em Arouca, o PP acompanhou o que aconteceu a nível nacional crescendo mais de 5 pp, com mais 680 votos. Vamos ver se o efeito Paulo Portas se mantém nas autárquicas. Esperemos que não.

Deixo aqui os nomes dos deputados eleitos por Aveiro:

PS:

  • Maria de Belém Roseira Martins Coelho Henriques de Pina
  • Luís Afonso Cerqueira Natividade Candal
  • Sérgio Paulo Mendes de Sousa Pinto
  • Rosa Maria da Silva Bastos da Horta Albernaz
  • Vítor Manuel Brandão de Sousa Fontes
  • Carlos Filipe de Andrade Neto Brandão
  • PSD

  • António Fernando Couto dos Santos
  • Ulisses Manuel Brandão Pereira
  • Maria Paula da Graça Cardoso
  • Amadeu Albertino Marques Soares Albergaria
  • Paulo César Lima Cavaleiro
  • Carla Maria de Pinho Rodrigues
  •  Luís Filipe Montenegro Cardoso de Morais Esteves
  • PP

  • Paulo Sacadura Cabral Portas
  • Raul Mário Carvalho Camelo Almeida
  • BE

    • Pedro Filipe Gomes Soares

    { 12 comentários… lê abaixo ouadiciona }

    1 F Santos 28 de Setembro de 2009 às 10:33

    Em Arouca, depois das autárquicas, vão rolar cabeças no PSD. Tem que se rever a estratégia e tirar ilações sobre este resultado. Aguardemos serenamente o resultado das autárquicas (que prevejo que seja igualmente triste para o PSD/Arouca).

    Responder

    2 odin 28 de Setembro de 2009 às 12:36

    Aqui estou totalmente de acordo contigo, amigo Santos.
    Alías, eu iria um pouco mais longe, e até me arriscava já a extarpolar, e dizer que o resultado do PSD nestas eleições, tamberm foi desde já influienciado pelo que o PSD local anda a fazer ( ou desfazer , mais concretamnte), isto é, está a desbaratar a possição dominante que sempre teve em Arouca.
    E claro que o fenómeno Paulinho das Feiras, ainda vai ser mais acentuado nas autarquicas.

    Responder

    3 Marcelo Soares 28 de Setembro de 2009 às 14:13

    Boa tarde.
    A análise que faz Pedro, não é completamente desprovida de senso. Mas julgo que é errada. Eu explico.
    O PSD perdeu as eleições nacionais, teve menos votos no Distrito de Aveiro e perdeu cerca de 1200 votos em Arouca. Correcto.
    Mas… O efeito Paulo Portas sente-se muito mais em Arouca, é obvio e perceptivel. O PP sobe cerca de 700 votos. O Bloco continua a subir, sobre cerca de 200 votos. E existe o efeito MMS, uma vez mais só efeito Marcelo Pinho ser de Arouca, que tem 400 votos.
    Resumindo: Paulo Portas e Marcelo Pinho são fenómenos locais. Só em Arouca e em mais parte nenhuma tem um efeito redobrado.

    Em segundo, é evidente que o facto de termos um Presidente de Câmara com muita visibilidade, o PS consegui apenas perder 200 votos.

    Terceiro, Coutos dos Santos não veio várias vezes a arouca, veio uma vez, mas Pedro, quem é Couto dos Santos? Esse argumento é de rir. E José Sócrates não veio a Arouca? Então? Comparam-se? Com tv´s, televisões e a promessa.

    Quarto, A promessa da estrada só ser possivel num governo PS, ajudou e as pessoas acreditaram.

    Quinto, o deputado do PSD, outro argumento mais ao menos ridiculo. Todos, inclusive tu, referiram varias vezes que o lugar não era elegivel. E de facto não foi. Portanto no máximo, as pessoas não votaram PSD porque não acreditavam que fosse possivel. Ou seja o contrário. Julgo que se estivesse num lugar possivel a votacao tb poderia ser outra.

    Não creio que o PS tenha muitas razões para sorrir… Perdeu em Arouca, apesar de ter tudo a seu favor…Nem José Socrates, nem o papão da Variante, nem o facto do PSD não ter deputado, nem o facto de ter ganho no País ajudaram. Voltou a perder, inclusive desceu.

    Responder

    4 Marcelo Soares 28 de Setembro de 2009 às 14:21

    Uma pequena observação final:

    Dizes que a presença de Couto dos Santos em Arouca e a presença na lista do PSD de uma deputado arouquense eram apostas fortes.
    (relembro que Couto dos santos é um ilustre desconhecido e que o deputado arouquense desceu varios lugares na lista) que aposta forte é esta comparando com a vinda de José Socrates a Arouca? com honras televisisvas? e com a saida do despacho da variante 1 mes antes?
    Isto é que foi uma aposta forte!!!

    Responder

    5 Pedro Sousa 28 de Setembro de 2009 às 23:47

    Caro Marcelo Soares,

    Por partes:
    - Diminuir a presença de um ex-ministro, de um dos mais representativos Governos em Portugal, parece-me redutor. Ilustre desconhecido?? Se não me engano, ele esteve cá 2 vezes: na Feira Quinzenal e na Feira das Colheitas. Mas não estou totalmente seguro.
    - Diminuir o trabalho do André Almeida, também me parece redutor. Era um trunfo, julgo eu. Aliás, o PSD Arouca até sms em massa enviou a lembrar essa questão. Obviamente, cada um dar-lhe-à o valor que entender.
    - A presença de José Sócrates foi obviamente uma aposta forte… e conseguida, pois julgo que foi muito responsável pelo facto do PS Arouca ter tido uma votação que quase não se mexeu, ao contrário do PS Nacional. Eu não comparo, apenas constato.
    - Aquando da análise prévia das eleições e da definição de perspectivas, sabíamos que a conjuntura e tudo o que rodeou a campanha nos obrigava, socialistas, a (permita-me o estrangeirismo) “damage control“. Assim, pode acreditar que os socialistas arouquenses ficaram satisfeitos.

    Responder

    6 joaquim toscano 28 de Setembro de 2009 às 19:25

    Marcelo Soares ( essa não,anda alguém a brincar com os nomes!):
    Não passei muito tempo a roçar o traseiro pelos bancos da escola, do liceu, da faculdade…portanto não sou doutor, engenheiro ou afim.
    Por isso mesmo permito-me opinar, com alma ou desalmadamente, sobre o que me apetecer, já que não sou especialista em nada (gosto).
    Quem chama “ilustre desconhecido” a Couto dos Santos deveria ser chumbado em história do Portugal recente e nem deveria ter direito a voto.

    Responder

    7 Azevedo 28 de Setembro de 2009 às 21:41

    Um augúrio: o PSD vai ser ” truicidado” pelo engenheiro Neves, bem pior que a nível nacional… Este resultado é um péssimo indício…

    Responder

    8 F Santos 28 de Setembro de 2009 às 21:53

    Só para dizer que a análise do Marcelo Soares faz sentido. No entanto, nada justifica o mau resultado do PSD em Arouca, dada a máquina que tem montada no concelho. Quem de direito, repito, deve reflectir sobre estes resultados. Se com toda uma estrutura montada não conseguem apelar ao voto no PSD, algo está mal.
    Mas o pior ainda está para vir, dia 11 de Outubro.

    Responder

    9 joaquim toscano 28 de Setembro de 2009 às 22:23

    ó azêvedo:
    o Comboio em Arouca anda sobre carris e trucida( degola,esFarrapa, reduz a frangalhos, provoca fracturas múltiplas e coisas assim???
    e agora com novas linhas…do sr eng? Espero bem que sim, inscrito na Ordem e com as quotas em dia porque a contrário…”jamais” e vai deportado para a Margem Sul.
    Será um pássaro, um avião, o super-man???
    Não é o TGV a passar …
    Pôrra pá, diz-me quando ele fôr a passar pra eu me ficar ao largo.
    Adoro Discos com Tinta na RRA.

    Responder

    10 Marcelo Soares 29 de Setembro de 2009 às 1:17

    Senhor Pedro,
    Eu não diminiui nada nem ninguem. As constatações são evidentes. O deputado desceu lugares e as pessoas sabiam-no bem. Não valeria a pena o voto. Não tem nada a ver com trabalho de ninguem. Pelo contrário. O deputado merecia um dos primeiros lugares, mas a politica é assim. sobretudo com estes dirigentes nacionais e locais. apoiou as pessoas erradas.
    So digo que as apostas fortes foram do PS e do PP, como se verificaram e foram ganhas claramente.
    Quem tentou diminuir tudo foi o pedro no seu artigo inicial dizendo que o psd que apostou forte perdeu tudo… foi éssa analise que tentei desmontar.
    O PS perdeu em Arouca, é um facto. O PSD peredu muito mais certo, mas a aposta nao foi tao grande isso é obvio. Variante+visita de socrates+MMS+Portas candidato. O PSD sem candidatos. tudo ajudou.
    Naõ creio que se devam tirar ilaccoes deste resultado assim de animo leve.

    Responder

    11 Marcelo Soares 29 de Setembro de 2009 às 1:37

    O psd voltará a aspirar ser poder na camara de arouca quando se jutarem as partes. Não vejo muitos com capacidade para isso e os que vejo não me parecem interessados a fazer politica em arouca. Todos sabem isso, não sei pq não o dizem em voz alta.

    Responder

    12 Azevedo 29 de Setembro de 2009 às 2:02

    Agradecido pela prosa correctiva, deverá ter reparado, ” ”, no sinal gráfico que me permite o pontapé na gramática e o uso do vulgo popular..

    Responder

    Cancelar resposta

    Responder a Azevedo:

    Anterior:

    Seguinte: