Claro… só chegava se viesse o 15º mês e se me ajudassem a pagar o Plasma

por Pedro Sousa em 20 de Dezembro de 2008

em Arouca

Mais um ponto negativo para a imagem dos Funcionários Públicos sem que estes tenham qualquer culpa e tudo por causa dos seus representantes.

O Governo decide agilizar o processo de apoio a Funcionários Públicos que eventualmente tenham dificuldades financeiras. Ou seja, faz algo que grande parte dos trabalhadores do provado gostaria de ter na sua empresa, mas que não tem qualquer hipotese.

O Estado, enquanto patrão, faz algo a que nada o obrigava, oferecendo-se para ajudar num assunto sobre o qual não tem qualquer responsabilidade e que, diga-se em abono da verdade, a grande responsabilidade é, em muitos casos, responsabilidade dos próprios.

Cria um limite de (aparentemente) 2600€ que para quem está em dificuldadeso que é muito bom. (Conheço muitos não FP que estariam mortos por ter esta oportunidade)

Comentários do Sindicatos:

- O valor é insuficiente

- A medida não tem qualquer credibilidade

- São lágrimas de crocodilo

Impressionante… gostaria de ver o sindicado a abdicar das quotizações para dar uma ajudinha!!!

Anterior:

Seguinte: