From the daily archives:

Segunda-feira, Dezembro 1, 2008

Portuguese Scientists Discover New Mechanism That Regulates Formation Of Blood Vessels

Researchers in one of the external groups of the Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC), in Portugal, have discovered a novel mechanism which regulates the process whereby new blood vessels are formed and wounds heal, including chronic wounds, such as those found in diabetic patients and those suffering from morbid obesity.

{ 0 comentários }

IC35 pode avançar no próximo ano

por Pedro Sousa em 1 de Dezembro de 2008

em Arouca

O projecto do futuro IC35, entre o nó de Guilhufe (A4/IP4) e o nó de Penafiel, está em consulta pública até ao próximo dia 29. A declaração de impacto ambiental será emitida até Março do próximo ano.

Este é mais um passo para a construção de um dos mais ansiados eixos rodoviários que ligará Penafiel, a partir da A4, a Sever do Vouga, tendo como pontos intermédios a nova ponte sobre o Douro, em Entre-os-Rios, Castelo de Paiva, Arouca e Vale de Cambra.

{ 0 comentários }

O Verdadeiro Mário Nogueira

por Pedro Sousa em 1 de Dezembro de 2008

em País

Agora que ficou encurralado, veio ao de cima o verdadeiro Mário Nogueira, ou seja, o membro do PCP. Não que isso seja qualquer mal, mas explica algumas das tiradas do líder da FENPROF.

Quando vem à televisão dizer que qualquer professor com P maiúsculo tem de fazer greve, perdeu a vergonha na cara e exerceu uma pressão inqualificável sobre aqueles que eventualmente não o queiram fazer.  Táticas oriundas dos antigos “Quem não está comigo, está contra mim”, num género de fuga para a frente de quem começa a perder o pé.

Aliás, até uma ex-delegada da FENPROF (aqui) deixou de reconhecer mérito a este senhor.

Depois do Ministério ter (com as alterações introduzidas):

- Garantido que os professores, sempre que o requeiram, possam ser avaliados por avaliadores da mesma área disciplinar;

- Deixado de considerar o parametro referente ao progressos dos resultados escolares e à redução da taxa de abandono escolar;

- Promovido a simplificação dos instrumentos de avaliação

- Dispensado, em caso de acordo, a realização de reuniões entre avaliadores e avaliado

- Tornado voluntária a avaliação da componente cientifico-pedagógica;

- Reduzido o número mínimo de aulas a observar

- Clarificado o regime de avaliação dos avaliadores;

- Alargado as acções de formação contínua consideradas na avaliação;

- Melhorado as condições de trabalho para os avaliadores

A FENPROF começou a perceber que já não vai lá com a cantiga de que quer avaliação, e radicalizou o discurso, promovendo, pelos vistos, a divisão entre professores e Professores.

Dá vontade de dizer que um socialista com S maiúsculo devia, cada vez que visse este personagem, dar uma sonora gargalhada.

Já não sei o que será melhor para os professores: a demissão da Ministra ou de Mário Nogueira.

******************************************************************************************************************

Se a Fenprof tivesse negociado teria estado em melhores condições para melhorar quer o estatuto quer a avaliação dos professores. Mas Mário Nogueira não está preocupado com os professores, está a servir o seu partido e a servir-se da luta dos professores para subir no partido e na central sindical.

O resultado está à vista, Mário Nogueira é o novo herói do PCP e os professores não só saíram lesados de um processo negocial em que os seus representantes optaram pelo não sistemático, como vão ser derrotados no confronto com o governo, até porque, para além do apoio de alguns jovens da JCO que foram atirar ovos à ministra, não conseguiram qualquer apoio popular.

Como se tudo isto não bastasse a última proposta apresentada pelos sindicatos, a transformação de avaliação em auto-avaliação, só mereceu uma gargalhada do país, os professores acabaram por ver a sua dignidade atingida por esta proposta ridícula.

{ 3 comentários }