Do arquivo mensal:

Novembro 2008

MAIS UM DISPARATE VERBAL

por Pedro Sousa em 4 de Novembro de 2008

em Estado de Espírito,O mundo anda louco,País

Parece de propósito, mas calculo que não.

Primeiro a líder do PSD, agora Maria José Nogueira Pinto quando discursava nas Jornadas do PSD em Évora. Diz a “iluminada”:

“Dar aos idosos 80 euros é um ultraje e um insulto porque eles, diabéticos, vão beber cerveja e comer doces e serão roubados pelos filhos”,

Sim, já sei, não querem acreditar que ela disse isso. Eu também não queria, tal é a idotice da afirmação. Mas podem confirmar aqui.

Aliás, eu até acho que é uma asneira pagar reformas, porque os velhinhos podem ser assaltados pelos filhos!

COMO É QUE É??

{ 1 comentário }

A Rota do Vinho e da Vitela de Vale de Cambra e Arouca começará a ganhar forma no início do próximo ano, quando for concretizada uma candidatura ao LEADER – o programa comunitário que canaliza fundos europeus para o desenvolvimento rural.
José Pinheiro, presidente da direcção da Adega Cooperativa de Vale de Cambra, disse ao Diário de Aveiro que, em face dos contactos que tem mantido, está mais do que convencido de que o projecto “tem pernas para andar”.

{ 0 comentários }

Sim.. Sim… Não… Não…

por Pedro Sousa em 3 de Novembro de 2008

em País

Mas o que ressalta da entrevista é a inconsistência de Ferreira Leite em relação a temas que aparentemente tinha obrigação de conhecer.

Na mesma entrevista, Ferreira Leite começa por dizer uma coisa e acaba a dizer outra. Por exemplo, relativamente ao Orçamento do Estado para 2009, a líder do PSD começa por defender o aumento do défice para acolher as propostas do PSD: “Aumentava o défice. Está em 2,2%, podia perfeitamente passar para 2,6%.” Num outro passo da entrevista, já não quer o aumento do défice, porque corta nas obras públicas, como, por exemplo, no TGV ou no aeroporto de Alcochete (a construir por fases): “como não contemplaria aqueles projectos de investimento público, essas minhas propostas significam alguns quilómetros de auto-estrada. E, portanto, já pode ver que cortaria [nas obras] e poderia manter o défice nos 2,2%.

mais aqui: http://corporacoes.blogspot.com/2008/11/conversa-de-caf-aos-repeles.html

{ 0 comentários }

LIGAÇÃO ENTRE FEIRA E AROUCA VAI SER CONCESSIONADA

por Pedro Sousa em 3 de Novembro de 2008

em Arouca

A via estruturante que ligará o nó da auto-estrada de Santa Maria da Feira a Arouca, mais precisamente à freguesia de Mansores, vai ser concessionada, noticia o Público.

«A construção dos 24 quilómetros da ligação, que pretende ser uma alternativa às estradas nacionais nº 326 e nº 223, deverá avançar no final de 2009 e o projecto entretanto adjudicado deverá ser aproveitado para a execução da empreitada. (…)»

in http://www.oln.pt/noticias.asp?id=17374&secc=1

{ 0 comentários }

QUANDO UMA IDOTICE É ESCRITA

por Pedro Sousa em 2 de Novembro de 2008

em Estado de Espírito,País

por alguém que tem o nome associado a um elevado nível cultural, não deveria haver pedidos públicos de desculpa?

Eis a última idiotice (na minha modesta opinião, obviamente) escrita no Público de hoje por José Pacheco Pereira (será foi dispensado de orientar Manuela Ferreira Leira e ficou desorientado?). Sobre o Magalhães… «Sócrates nem sequer se apercebe, que, quando diz que o computador é resistente aos líquidos, pela cabeça daqueles adultos empedernidos, os líquidos que se imaginam não são propriamente nem água, nem leite, nem iogurte»

Como é que é????

{ 1 comentário }

A “GUERRA” DOS GENERAIS

por Pedro Sousa em 2 de Novembro de 2008

em País

Faço parte de uma geração que não sentiu o contributo dos militares para o desenvolvimento do nosso sistema democrático.

No entanto, tudo o que li e estudei, sempre me deu a ideia que os militares portugueses foram extremamente úteis a lutar pelas causas do país e dos portugueses.

Preocupa-me que agora apenas se preocupem com as causas do próprio umbigo.

E ainda por cima, depois lê-se isto:

«Os militares das Forças Armadas pagam uma renda média mensal de 139 euros nas casas atribuídas pelo Instituto de Acção Social das Forças Armadas (IASFA), organismo responsável pela execução da política social no Ministério da Defesa. Ao que o Correio da Manhã apurou junto de fontes conhecedoras, “há vários generais e almirantes que pagam menos de cem euros por mês de renda em casas com cinco e seis assoalhadas em zonas nobres de Lisboa.”»

{ 0 comentários }

Manuela Ferreira Leite vira à (extrema)-Direita

por Pedro Sousa em 2 de Novembro de 2008

em País

Esta semana ficamos a saber que a Construção Civil não tem lugar para portugueses. Só cabo-verdianos e ucranianos.

O próximo movimento será o golpe palaciano, com o PSD a tentar demonstrar que Manuela Ferreira Leita não disse o que nós pensamos que ela disse.

Muitos dos que criticavam o seu silêncio, devem andar com umas saudades desse tempo…

{ 2 comentários }