From the daily archives:

Quinta-feira, Junho 26, 2008

O PSD quer ser levado a sério?

por Pedro Sousa em 26 de Junho de 2008

em País

Nuno Morais Sarmento, actual presidente do Conselho de Jurisdição do PSD, deve pensar que os outros são parvos. Ontem, na Rádio Renascença, disse que se o PSD fosse governo… trocaria o projecto do TGV por… «apoios à emergência social». Uma forma como qualquer outra de reeditar a famosa tese de Barroso: «enquanto houver uma criança numa fila de hospital, não teremos novo aeroporto…» Mas o raciocínio não se aplicava ao TGV, o qual podia coexistir com crianças em filas de hospital. Tanto assim que o XV Governo Constitucional, chefiado por Barroso, aprovou quatro linhas de TGV (uma quinta linha, entre o Algarve e Huelva, ficava dependente de mais estudos). Nesse governo, Nuno Morais Sarmento era ministro da Presidência, Manuela Ferreira Leite ministra de Estado e das Finanças, e Carmona Rodrigues ministro das Obras Públicas. E o executivo que se seguiu, o XVI, chefiado por Santana Lopes, também aprovou quatro. Nesse governo, Nuno Morais Sarmento era ministro de Estado e da Presidência, Bagão Félix ministro das Finanças, e António Mexia ministro das Obras Públicas. Por contraste, o actual governo apenas aprovou duas. Como é que Nuno Morais Sarmento quer ser levado a sério?

daqui: http://daliteratura.blogspot.com

{ 0 comentários }

“Vale de Cambra e Oliveira de Azeméis já foram convidados a integrar a AMP, mas só deverão aderir depois da nova lei das áreas metropolitanas”, referiu o coordenador de projectos da AMP, Vítor Pereira. (aqui)

{ 0 comentários }