A aluna, a professora e o telemovel III

por Pedro Sousa em 23 de Março de 2008

em Com a devida vénia

Escrito por uma Professora de Inglês do Ensino Básico

Mas, por momentos, reflictamos sobre se aquela menina seria capaz de um comportamento idêntico noutra Escola; se aquela turma seria capaz de um comportamento tão aberrante noutra Escola.Isto é, centremo-nos, por momentos em equacionar a hipótese de o problema estar naquela Escola concreta, a Carolina Michäelis.

Porque é que haveríamos de fazê-lo?

Em primeiro lugar, porque é normal que as relações de causalidade se procurem dentro do seu círculo ecológico próximo, neste caso, a sala de aula, a escola.  (continua aqui)

Anterior:

Seguinte: